Início Site Página 5

Adiamento das eleições é realidade que se impõe, dizem senadores

0
(Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

A necessidade de adiamento das eleições municipais, discutida em sessão temática nesta segunda-feira (22), foi o principal consenso entre os senadores que se manifestaram. Além da data das eleições, questões como a possibilidade de voto facultativo, a preocupação com as campanhas eleitorais em meio à pandemia e a prorrogação de mandatos foram lembradas no debate.

Também participaram da sessão temática o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso; especialistas em saúde e direito eleitoral; e representantes de prefeituras.

A votação para eleger novos prefeitos e vereadores está prevista para o primeiro e o último domingo de outubro, mas por conta da pandemia de covid-19, o pleito deve ser adiado. A proposta de emenda à Constituição que trata do adiamento (PEC 18/2020) deve ser votada no Plenário nesta terça-feira (23). Foi o relator da proposta, senador Weverton (PDT-MA), que sugeriu a sessão temática.

O relatório de Weverton deve ficar pronto na manhã de terça-feira. Ele afirmou que a construção do texto é feita com base nas necessidades urgentes impostas pela pandemia e não em mudanças permanentes na legislação eleitoral. Para Weverton, a PEC precisa focar no adiamento da data da eleição, deixando outras questões para um segundo momento.

— O nosso relatório será única e exclusivamente para o momento único que a nossa história está vivendo, e que espero, eu e todos nós, que seja apenas um momento para contarmos história no futuro, mas não se repetir novamente. Então, a construção dessa solução está sendo nessa direção — explicou o relator.

INEVITÁVEL

De acordo com o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), a maioria dos líderes e dos parlamentares apoia o adiamento da votação. Ele admitiu que já existem prejuízos para o processo eleitoral, mas apontou que é essa a realidade que a pandemia impõe, já que não há controle sobre o futuro próximo da pandemia.

Para Eduardo Braga (MDB-AM) e Zenaide Maia (Pros-RN), o adiamento das eleições é uma necessidade. Segundo Braga, a mudança na data do pleito não era a vontade de nenhum dos senadores e deputados, mas sim uma realidade que se impõe e que o Congresso precisa enfrentar.

— Não é uma questão de nós querermos ou não. Está sendo imposta a nós uma decisão, e nós a faremos amanhã [terça-feira]. O mais importante de tudo isso é que nós estamos preservando o direito constitucional da periodicidade das eleições, fazendo com que seja assegurado o exercício democrático do cidadão brasileiro — disse Braga.

Esperidião Amin (PP-SC) apontou que é doloroso ter que adiar a eleição por conta da pandemia, mas disse que é preciso suprir lacunas. Nelsinho Trad (PSD-MS), por sua vez, ressaltou que a covid-19 mudou o mundo e a vida das pessoas. O senador por Mato Grosso do Sul, que foi contaminado com essa doença logo no início da pandemia, afirmou que o fato de o Brasil ser um país continental leva à necessidade de uma maior flexibilização na legislação eleitoral.

CAMPANHAS

Vários senadores também demonstraram preocupação com a campanha eleitoral em um período atípico como o que o país vive. Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) lembrou que a campanha, especialmente para o cargo de vereador, é marcada por eventos que promovem o contato com outras pessoas, como almoços e reuniões. Para ele, é preciso pensar não apenas na data das eleições, mas também no risco de contágio nesses eventos.

— Eu não tenho grandes preocupações com o dia da eleição em si. Eu acho que aí nós podemos realmente tomar providências de forma a minimizar a questão do contágio. A minha grande preocupação está exatamente na campanha, e ela vai acontecer bem antes das eleições propriamente ditas — alertou Oriovisto, que defendeu um adiamento maior, para 2021.

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) se somou ao questionamento feito pelo colega e também se disse preocupada com a maneira como serão feitas as campanhas eleitorais em meio a tantas restrições.

Ex-ministro da Saúde, o senador Humberto Costa (PT-PE) concorda com a recomendação para se evitar aglomerações, como é o caso de comícios e visitas dos candidatos às casas de eleitores. Por essa razão, segundo ele, surge a preocupação de que uma campanha feita basicamente em redes sociais, rádio e de televisão quebre a equidade na disputa eleitoral.

Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) demonstrou preocupação com a possibilidade de um prazo muito curto entre o primeiro e o segundo turno. Para ele, é preciso que o eleitor tenha tempo para conhecer as ideias dos candidatos. As datas provavelmente só serão definidas depois da aprovação da proposta de adiamento, que deixará uma janela de tempo para que o pleito seja realizado.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, explicou que a campanha por meio de rádio, televisão e redes sociais está disciplinada em leis que valem para todo o país. Já as restrições ligadas ao isolamento e ao distanciamento social dependem de regras estaduais e municipais, ou seja: variam de acordo com o local do país.

O senador Weverton explicou que, como forma de evitar abusos, seu relatório deve sugerir a inclusão, na PEC, de uma regra para determinar que os atos de propaganda eleitoral não poderão ser limitados pela legislação municipal ou pela Justiça Eleitoral. Para que isso aconteça, será preciso fundamentar a decisão com parecer técnico prévio emitido por autoridade sanitária estadual ou nacional.

— Assim, você vai dar mais segurança para que os candidatos e todos possam livremente fazer a sua campanha, seguindo, claro, as normas sanitárias que vão ser divulgadas — informou.

Fonte: Agência Senado

Médico Leandro Barroso faz importante alerta sobre o Covid-19

0

Atenção para esse importante alerta feito pelo médico Dr. Leandro Barroso sobre o Covid-19. No vídeo ele fala do avanço da pandemia e dos riscos de contágio do novo coronavírus. Dr. Leandro alerta ainda que, apesar dos esforços da Secretaria Municipal de Saúde, tem havido um grande número de infectados no município. O médico informa ainda que possivelmente já esteja próximo o pico da doença e que, com isso, é provável que o sistema de saúde não suporte a quantidade de pessoas que venham a ser infectadas. Por último, o médico pede todos permaneçam em casa e saiam só se for absolutamente necessário. Confira.

De como vim parar até aqui…

1

Todos que leem esse blog sabem do meu posicionamento político em Colinas no passado, que sempre fui um crítico ferrenho do Grupo Brandão. Talvez, sem querer ser pretensioso em demasia, eu tenha sido o maior crítico virtual do ex-prefeito Zé Henrique em seu mandato que foi de 2005 a 2008 e da prefeita Valmira, de 2009 a 2012.

Paralelo a isso, em todas as postagens em que fazia alguma crítica ao Grupo Brandão, sempre defendia o nome do ex-prefeito Antonio Carlos. E como não poderia deixar de ser, minha parcialidade me rendeu algumas dezenas de ações na justiça.

Durante a gestão de AC tentei ajudar como pude, afinal, acreditava no projeto, acreditava que tudo poderia ser diferente. Ajudei tanto na divulgação de ações da prefeitura como em críticas duras quando achava necessário, a exemplo do que fiz quando da primeira licitação para construção da ponte da Trizidela, vencida por uma empresa fantasma que sem sede tinha no endereço indicado. Esse fato, como devem saber alguns, levou inclusive a um distrato por parte da prefeitura com a tal empresa.

Pois bem. Há mais ou menos uns três anos me encontrei por acaso com Marcus Brandão em São Luís e passamos a trocar algumas impressões e figurinhas sobre tudo, inclusive sobre Colinas, claro, mas também sobre o vice-governador Carlos Brandão, seu irmão e pessoa que passei a admirar pela postura reta e digna no exercício do cargo de vice-governador. E diferentemente das outras poucas vezes em que nos encontramos, inclusive nas salas de audiências, não houve qualquer tipo de hostilidade ou indiretas.

Entre uma conversa e outra percebi muita coisa. Percebi, por exemplo, o quanto estive errado ao longo dos anos em meus conceitos sobre todos eles, especialmente sobre Marcus Brandão. Conceitos esses formados não com bases em  fatos, mas nos tantos boatos e disse-me-disse que ouvia diariamente sobre eles. Marcus não é só um empresário visionário, arrojado e corajoso. É também um homem que ama Colinas acima de qualquer coisa e quer o bem da cidade, quer vê-la crescer e se desenvolver com oportunidade para todos. E vibra quando as coisas por lá acontecem.

E por isso decidi rever algumas coisas.

Não sou e nunca fui apaixonado por político nenhum. Nunca tive político de estimação. Gosto de ver as coisas acontecerem, gosto de ver a vida das pessoas melhorando, gosto de ver obras, gosto de ações positivas, gosto de ver a saúde funcionando, a educação funcionando… E as coisas em Colinas hoje estão funcionando. Nunca na história desse município tanta coisa boa aconteceu. São tantas obras, tantas ações importantes que não dar nem pra enumerá-las aqui.

Dentre as tantas conversas que tive com Marcus numa delas ME OFERECI para fazer parte da comunicação do grupo, me juntar aos colegas Júnior Loureiro, Misael, Luiz Filho, Luís Carlos, Pinguim, Ana Paula e outros. E ele aceitou. Como alguns devem ter percebido, algumas vezes postei links com matérias do governo municipal sobre obras, ações etc., e também sobre o vice-governador, tanto no blog como em minhas redes sociais. E decidi fazer isso com o mesmo entusiasmo que tinha quando defendia e divulgava as ações da gestão do ex-prefeito Antonio Carlos. E vou divulgar ações da prefeitura com mais intensidade e frequência, vou participar da campanha, de eventos políticos, de tudo o quanto for chamado para participar.

Faço essa explicação aqui não por achar que devo, já que não tenho rabo preso com ninguém e nem devo nada a ninguém, nem favores, mas tão somente para evitar de antemão algumas afirmações e perguntas inconvenientes de alguns que vão dizer que me vendi ou qualquer bobagem do tipo.

Quanto a isso digo: não, não me vendi. Homem que é homem e tem caráter não se vende, não tem preço. Vejo as coisas acontecendo em todo o município e vislumbro muito mais coisas boas num futuro próximo para a cidade e seu povo quando Carlos Brandão assumir o governo em 2022. Por isso decidi fazer parte de tudo isso, por livre e espontânea vontade.

Como diz meu amigo vereador Walterly Munis: AVANTE, COLINAS!

Sobrinho-neto de Sarney é assassinato na Lagoa da Jansen em São Luís

0
Diogo Sarney era neto de Evandro Sarney, irmão do ex-presidente

Um sobrinho-neto do ex-presidente José Sarney (MDB) foi assassinado hoje (16) na Lagoa da Jansen, em São Luís, após uma briga de trânsito.

Diogo Sarney foi alvejado a tiros no meio da rua, próximo ao antigo bar Por Acaso. Ele teria discutido com o assassino momentos antes.

O acusado do crime já foi preso.

Diogo era neto de Evandro Sarney, irmão do ex-presidente.

Números da Secretaria estadual de Saúde apontam que pico da covid-19 ocorreu na última semana de maio

0

Diariamente a Secretaria estadual de Saúde divulga os números atualizados da covid-19 no Maranhão. Apesar de uma tardia notificação dos casos de mortes, existe uma possibilidade que o pico de óbitos no estado ocorreu na última semana de maio, quando foram atestadas 227 mortes.

Ainda é cedo para confirmar o fato, afinal alguns óbitos estão sendo atestados como covid-19, após 15 dias, fazendo com que números sejam alterados, todos os dias. Mas seguindo a tendência até então notificada do boletim do Governo do Maranhão, o pior aparentemente já passou.

De acordo com o boletim atualizado do dia 14 de junho, os números estão assim:

3 de maio a 9 de maio – 177 mortes 

10 a 16 de maio – 206 mortes 

17 a 23 de maio – 222 mortes

24 a 30 de maio – 227 mortes 

31 de maio a 6 de junho – 171 mortes 

7 de junho a 13 de junho – 73 mortes

Blog Diego Emir

COLINAS | Prefeitura avança na recuperação da estrada do povoado Sítio Seco

0

Os mais de 35 km de estrada vicinal que ligam o povoado Sítio Seco à BR 135 em breve ganharão nova cara. É que a prefeitura colinense, dando sequência à série de melhorias das estradas da zona rural do município abriu duas frentes de trabalho na recuperação. A primeira vem da localidade no sentido da BR 135 e a segunda vai da BR 135 rumo ao povoado. As obras estão em ritmo acelerado.

“Nosso propósito é melhorar todas as estradas de todos os povoados do nosso município e facilitar assim a vida do nosso povo, tanto no tráfego diário como no escoamento da produção. Já recuperamos centenas de quilômetros de estradas de vários povoados e até o final do ano muitos outros serão recuperados”, disse a prefeita Valmira.

LUTO | Em nota, vice-governador lamenta morte do deputado Zé Gentil

0

Na manhã de hoje (15) o vice-governador Carlos Brandão emitiu nota de pesar pelo falecimento do deputado estadual e correliginário de partido José Gentil, vítima do Covid-19. Veja.

Holandão vai assumir vaga de Zé Gentil na AL

0
Edivaldo Holanda assume mandato na AL

O deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC) é quem assume definitivamente a vaga do deputado Zé Gentil (Republicanos) na Assembleia Legislativa, após a morte do parlamentar caxiense, nesta segunda-feira (saiba mais).

O petecista elegeu-se primeiro suplente do “chapão” governista em 2018, mas já estava no cargo desde o início da atual legislatura, em virtude da licença de Marcelo Tavares (PSB) para assumir a chefia da Casa Civil do governo Flávio Dino (PCdoB).

Com isso, quem pode ganhar uma vaga na Assembleia é a suplente Valéria Macedo (PDT). Para isso, basta que siga no governo, além de Tavares, o deputado Márcio Honaiser (PDT), do Desenvolvimento Social, e que Ana do Gás (PCdoB) mantenha-se de licença.

VÍDEO | Um retrato do que foi a saúde na gestão passada e de como é na atual gestão…

0

Quando a oposição faz festa com um vídeo que teria saído das dependências do Hospital Municipal Nossa Senhora da Consolação, em Colinas, imagina-se logo que na gestão passada da qual todos faziam parte aquilo ali poderia ser classificada como uma das dez maravilhas do mundo.

No vídeo abaixo há mais ou menos uma amostra do que a gestão atual encontrou em dezembro de 2016, a poucos dias da posse: um hospital abandonado, caindo aos pedaços e sem capacidade de realizar os procedimentos médicos mais básicos.

Foram quatro anos de amadorismo à frente da mais importante casa de saúde do município, que atende não só aos colinenses, mas ao povo de toda a região. Lá faltava de tudo, desde as coisas mais elementares como esparadrapo e até mertiolate.

Por ser da área médica, esperava-se muito do gestor passado. Mas o que se viu foi descaso de todos os lados. Nada funcionava. Até mesmo o SAMU, serviço médico importante em qualquer gestão, foi abandonado.

Ao assumir o comando do município em janeiro de 2017 a prefeita Valmira Miranda voltou toda a sua atenção para a área da saúde. E a determinação à secretária Liliane Carvalho foi uma só: Colinas precisa ter um serviço de excelência na saúde.

E a secretária seguiu a risca a determinação da prefeita. Hoje Colinas conta com um sistema de saúde eficiente que atende com eficiência e qualidade toda a região. Diariamente são realizados centenas de atendimentos de urgência e emergência, centenas de cirurgias de pequeno, médio e grande porte.

Além de tudo isso, o hospital já passou por pelo menos duas grandes reformas nos últimos três anos e o SAMU, outrora sucateado, hoje é uma referência na região em rapidez e eficácia.

É muito simples, como diz o vídeo abaixo: basta comparar.

 

 

15 anos de blog

0

Esse ano o Blog do Badeco faz 15 anos.

Entre idas e vindas, de períodos efetivamente no ar e períodos efetivamente fora do ar, são 15 anos.

Formos um dos primeiros do Maranhão quando surgimos lá pra meados de 2005. Não havia Luís Cardoso, Luís Pablo, Gilberto Léda, ninguém. E surgimos combativos, quase único.

Neste ano em que debutamos como portal de notícias, decidimos nos reinventar, ressurgir de cara nova, com novas ideias e mais variedade de notícias.

Além de termos nossos olhos voltados para nossa Colinas e Jatobá, olharemos também para outras partes do Maranhão, do Brasil e até do mundo quando tratar-se de fatos relevantes.

Falaremos de política, paixão de quase todo mundo, mas abordaremos também semanalmente sobre direitos, deveres e outras obrigações de todos numa coluna diária com alguém ligado ao Direito.

E também haverá espaço para quem quiser escrever sobre outras áreas como medicina, esporte, lazer, etc.

Queremos, como portal de notícias, contribuir cada vez mais com a informação precisa e tudo que for de importante para nossa região.